Dia da Mulher: Data de Reflexões e Lutas - Contato
Abrir menu

08/03/2021

11:12

Região Sul - Na segunda-feira, dia 8, comemora-se mais um Dia da Mulher, uma data de reflexão sobre o papel delas na sociedade e dos direitos conquistados pelas mulheres com muita garra ao longo da história. 
Na Contato Internet, há colaboradoras presentes em setores como o financeiro, suporte técnico, comercial, entre outros. A empresa, inclusive, foi criada por uma mulher, a proprietária Marlise de Souza Pereira.
Vamos compartilhar depoimentos de nossas colaboradores sobre esse importante dia:

Assistente Financeira, Luciana Scotti: "O papel da mulher contemporânea é descobrir que há uma multiplicidade de papéis, ou seja, conseguimos ser mãe, esposa, filha, profissionais, empreendedoras. A mulher de hoje consegue decidir muito melhor o que quer, porque conquistamos nosso espaço com batalhas, com visões de conquistas. Isso se dá quando amadurecemos e assim equilibramos nossa inteligência emocional em meio a tantos desafios, a tantas dores físicas e dores da alma!".

 

Consultora de vendas, Bruna Silva Rafael: "Ao longo dos anos, nós, mulheres, estamos conquistando cada vez mais nossos espaços; como mulher, hoje me vejo com muito mais responsabilidades, mas é bom que saibamos nossos limites, até onde aguentamos, assim não ficamos sobrecarregadas. Ser mulher nos dias de hoje é ser forte, é continuar lutando pelos nossos espaços e liberdade, enfim, e podermos escolher o que queremos ser: a mãe, a dona de casa, a funcionária esforçada, a empreendedora ou um pouco de tudo".

 

Assistente Financeira, Taís Lumertz da Rosa: "Realmente é um grande desafio conciliar todas as funções: trabalho, casa, esposa, mãe, entre outras... Mas isso me fortalece, me capacita e me faz ver que a mulher está cada vez mais independente e ganhando seu espaço na sociedade e no mundo!".

 

Consultora de Vendas, Rosimara Freitas da Rosa: "Minha experiência como mulher: vamos à luta, brilhamos, amamos, sofremos, perdoamos, muitas vezes não fomos amadas, nem perdoadas e reconhecidas. Somos a mãe, a esposa, a filha, a irmã, a amiga, a profissional. Somos consideradas o sexo frágil, mas de frágil não temos nada, somos guerreiras, desbravamos mares de preconceito e machismo. Geramos a vida e cuidamos dessa vida. À todas as mulheres: que nesse dia continuemos a nossa luta diária e que não desistiremos dos nossos sonhos, conquistas e objetivos".